O sal é maioritariamente constituído por sódio, um mineral fundamental para a nossa saúde porque ajuda o organismo a manter um equilíbrio hídrico normal, ou seja, a quantidade necessária de líquidos no corpo, e desempenha um papel importante na função dos nervos e dos músculos. No entanto, é extremamente importante controlar a quantidade de sal ingerida ao longo do dia porque quando consumido em excesso está associado a uma maior pressão arterial e a um aumento do risco de doenças cardiovasculares tais como: AVC, enfarte agudo do miocárdio e insuficiência cardíaca. A Organização Mundial de Saúde recomenda o consumo máximo de 5 gramas por dia, o que corresponde a 1 colher de chá rasa.

Por isso, a Nutrialma® recomenda:

• Para dar sabor e aroma aos pratos:

– Utilize ervas aromáticas (salsa, coentros, alecrim, louro, orégãos, tomilho);

– Prepare marinadas com cebola, alho, limão ou vinho branco.

• Quando consumir enlatados:

– Escorra bem o líquido da conserva e passe por água corrente para retirar o excesso de sal.

– Já existem no mercado algumas alternativas de conservas com baixo teor de sódio. Esteja atento aos rótulos!

• Durante a confeção:

– Utilize colheres de café para controlar a quantidade de sal que adiciona.

• À mesa:

– Não coloque o saleiro na mesa nem adicione sal ao prato depois de confecionado.

• Dica importante:

– Evite o consumo de enchidos, queijos, snacks salgados (bolachas, frutos secos temperados), molhos, refeições pré-confecionadas e refeições congeladas.

Referências:
Fundação Portuguesa de Cardiologia, 2020.

Direção-Geral da Saúde. Estratégia para a redução do consumo de sal na alimentação em Portugal, 2013.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 3B69752CC9894AE195A97D2DFA181168409521.png

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicione um Comentário